sábado, 15 de janeiro de 2011

Sabe, eu amo flores.




Não vejo tamanha dimensão que seja capaz de me expor.
Não vejo sinfonias capazes de tocar as canções que tenho em mente.
Não vejo uma só pessoa que me conheça por completo.
Não vejo pássaros capazes de voar como eu.
Não vejo luzes que brilhem tanto quanto minha estrela.
Não vejo alimento capaz de saciar minha fome.
Não vejo ilusão capaz de me deixar feliz.
Não vejo sentimento vazio para me preencher.
Não vejo cama capaz de matar meu sono.
Não vejo eu sozinha.. Sem você.

2 comentários:

  1. Só o amor nos torna real.

    Lindo como o balançado das flores...

    Grande Abraço.
    Bons Ventos!!

    ResponderExcluir
  2. Belo post...

    Belo blog!!!

    Gostei muito! Parabéns... Voltarei aqui mais vezes...

    Convido vc a conhecer meu trabalho (poesia, musica, teatro)

    Ficarei feliz demais!
    htto://mailsonfurtado.com

    ResponderExcluir

Ah, obrigada!